"I wish nothing but the best for you"

Posted: November 20, 2011 in São teorias, Tipo não te estou a acompanhar

Grande parte das pessoas fala mal dos ex’s, faz parte da natureza humana, por alguma razão os quisemos fora da nossa vida ou vice-versa, mas seja o que for ou o que quer que tenha acontecido temos uma certeza: Foi uma relação que não correu bem e ponto final.
Disseram-me já algum tempo que o amor da nossa vida era aquela pessoa que apesar dos defeitos, nos a aceitavamos e achavamos que, apesar de tudo, ela era perfeita. Esses amores são imperfeitamente perfeitos. E se nos não aceitamos a pessoa com que andamos então não é a certa, e se acabamos com ela ou ela acaba connosco falamos mal dela a vontade, o que é claramente natural, mas creio que, passado algum tempo (a não ser que tenha sido uma relação mesmo muito feia que incluisse espancamentos ou traições) as coisas acabam por ocupar o seu lugar no passado, nos aceitamos isso e quando damos por nós já não há a necessidade de apontar os erros dessa pessoa. Já não a amamos como antes.
Eu não julgo os sentimentos dos outros porque nós nunca sabemos o que se passa dentro das pessoas, apenas acho que se já passou tempo suficiente e não há ninguém para culpar, então não há mesmo ninguém para culpar. Há tempos atrás eu perguntava-me como é que era possivel que ex-namorados fossem amigos ou até mesmo melhores amigos, e cheguei mais tarde a conclusão que se foi uma pessoa que fez parte da nossa vida, que amamos, que adoravamos ter ao lado nos melhores e piores momentos, com a qual partilhamos segredos, temos todas as razões do mundo para querermos ser amigos dessa pessoa. Sim, as coisas não correram bem, as discuções e as tampas partiram-nos o coração mas é preferivel a gente se rir disso do que guardarmos rancor. É uma questão de saber perdoar e seguir em frente, porque se mais indiferentes formos aos erros do passado melhor iremos conseguir construir uma futura relação, que aprendamos com eles mas não deixemos que eles nos tornem em pessoas corroídas pelo o ódio.

Comments
  1. Carolina says:

    Concordo. É como se diz: “são águas passadas”.

Comenta aí

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s