Archive for September, 2011

Parem de ver a vossa pornografia, metam stop nos vídeos que estão a ver no youtube, deixem penduradas as pessoas com quem estão a falar no msn ou no facebook, larguem a chamada do vosso chefe e ouçam-me: Eu vou entrar numa escola de músicaaaaaaaaaaa!

O  momento em que o meu pai disse que se para a semana me portar bem vamos lá para me inscrever:

Se o meu pai considerar que não me portei bem:

Os meus amigos:
Eu quando chegar lá:
Eu quando disser olá a um tipo que andou na minha turma do ano passado:
Ele:
É a 70º vez que me dizes olá hoje

Um segundo depois:

Oh meu Deus o que é que tu estás aqui a fazer?
No dia que eu souber a data da minha primeira audição:
Era só isto. O gif do Discurso do rei também se pode aplicar neste preciso momento porque amanhã há aulas.Fuck, fuck, fuck.
Advertisements

Mais um selo pá

Posted: September 25, 2011 in Selos
Este selo foi-me oferecido pela Luna do blog black Rainbow e pela Boneca de trapos (obrigadaaa as duas). Não é para responder a nenhuma pergunta, apenas para passar a cinco blogues. 

Vou tentar não repetir os blogs mas não prometo nada
Estudante Amarelo
Controlo Demente
Over My Dead Body
Writting to me…
Escritos Lisérgicos

Aquela não é a Miley Cyrus?

Até o Youtube!!!

Posted: September 25, 2011 in Nem merece uma tag
Estava eu a pesquisar vídeos de 5 para a meia noite que brincavam com a situação da Madeira quando me deparei com este buracão!

Como sabem há pessoas que fazem movimentos e eventos no facebook, há de todos os tipos, ainda há uns dias aderi a um evento chamado Fim do mundo em cuecas que se realizará no próximo 2012. E há um movimento, que ganhou bastante popularidade, chamado o movimento anti-pitas, e depois apareceu outro chamado movimento anti-movimento anti-pitas o que teve a sua piada. Então pessoas da minha lista de amigos aderiram à aquilo e apareceu nas minhas actualizações, e uma coisa que teve também grande piada é que uma pita, vá daquelas tão boas que parecem mulheres, meteu um laike naquilo. Ora, fui lá ver porque não gosto das pitas, e meti uma laike também por ter achado muito interessante. Mas depois começou uma coisa que me irritou que foi a seguinte: Publicar fotos de pitas nuas ou derivadas. Aquilo deixou de ser um movimento de crítica para ser ridiculo. Todos nós sabemos as vergonhas pelas redes-sociais, mas creio que todos nós sabemos também dos namorados vingativos ou porcos que metem fotos das namoradas ou ex’s na net e qualquer um podia mandar uma foto ao movimento já que era via e-mail. Ainda no outro dia ouvi falar dum site qualquer aonde vão parar videos e fotos das namoradas ou ex-namoradas de tipos. Que porcaria é esta?!
Acabei por unlaikar o movimento porque aquilo perdeu o seu sentido. Não compreendo as pessoas. Tudo bem críticar mas ninguém tem o direito de por fotos de pitas estúpidas no facebook, por mais estúpidas que sejam porque eu acredito que muitas dessas fotos foram para os namoraditos e depois a coisa correu mal. E para quê tanto ódio? As pitas são chatas, fúteis e ingénuas mas não é para meter pessoas ao barulho e fazer confusão com gente que as tantas nem são dessas pitas! As pessoas cometem erros, confiam demais, e a sociedade acha-se o supremo tribunal!
Não apoio as pitas nem o movimento anti-movimento anti-pitas, eu só acho que as pessoas em vez de perderem tempo a publicar fotos de pitas nuas haviam de fazer textos com argumentos. Ou melhor, viver a vida porque não vale a pena estarmos sempre e todo o tempo a criticar as pessoas. Mas sim, de vez em quando dá jeito e é bom, é por isso que eu escrevi isto.

Yes Weekend!

Posted: September 23, 2011 in Bipolaridades, Isto não é tumblr mas...

Em 2008 Barack Obama era eleito presidente dos Estados Unidos numas eleições que ficaram para a história, blá blá blá, a eleição nos EUA é…

Como tavamos a falar do Obama nas aulas de macs eu viro-me para a minha colega, vá a Angélas Physco, apartir de agora se me apetecer digo pseudónimos, e digo-lhe:
Yes we can!

image
Ela:
YES WEEKEND!
image
Nós:
image
image
image

A professora quando se fartou de nós. E não ela não me bateu literalmente com um livro.

image
Nota: Ninguém disse que a minha vida era super interessante

Ora, não tiro conclusões precipitadas das pessoas, também porque a primeira impressão que tenho das pessoas costuma ser negativa, depois quando conheço as pessoas pode se que mude de ideias. Ou não.
Mas já começo a ver quem é mais ou menos quem na minha turma. Os grupos já se começam a formar, as pessoas já começam a comentar sobre esta ou outra pessoa, já se nota quem são os mais sociais, os menos sociais, e daqui a uns tempos já vão começar a aparecer os populares, mas para isso é preciso tempo porque não se fica popular do dia para a noite. Okay, fica-se, mas sinceramente isso nem me interessa muito, não sou popular e apesar de conhecer muita gente do 10º ano e estar sempre a cumprimentar gente nos corredores isso não me faz nem mais feliz, nem menos feliz, amigos é que interessam, os conhecidos a gente fala com prazer de vez em quando mas não é nada de mais.
O que posso dizer da minha turma é o seguinte: É fixe, mas podia ser pior.
Bem, a maioria das pessoas parece que me acharam uma fofinha e uma querida e perguntam-me se me tratam pelo meu nome ou pelo diminutivo. Diminutivo como sempre.