As crianças que não correm

Posted: December 9, 2013 in Uncategorized

Vou pegar fogo a cada pinheiro de natal e vou arremessar cada travessa de bacalhau. Vou sentar-me frente a fogueira e vou pensar em mil formas de destruir o mundo. Este ano dou razão às personagens de hollywood que não acreditam no natal e torço para que sejam os heróis no dia 25. Não acredito nem no pai natal nem no menino Jesus. Sou o velho de Charles Dickens que odeia o natal no corpo de uma rapariga que já nem sabe dizer até que ponto é adolescente ou adulta. O Pai Natal nunca existiu, custa a acreditar. Habitua-te grita-me o mesmo velho.

Esta festividade torna-se irónica ao nosso luto, como se rissem de mim e da pequena, e estas crianças passam por mim e riem-se de coisas alheias, não poderíamos todos ser assim? Crianças que podem correr? Perguntei-me mil vezes, e Deus sempre encolheu os ombros. Nem todos tem corações que suportam o mundo. Os que os tem, supostamente tem de aguentar. 

Até o próximo ano. 

Advertisements
  • Quem teve a ideia genial de aceitar tanta garotada do sétimo ano numa escola que desde o inicio era suposta ser secundária? Chama-se escola secundária. Juro, no meu tempo eram umas três turmas e tínhamos medo dos grandes do décimo-segundo. Uma pessoa tem de olhar para baixo para não atropelar os miúdos e miúdas de doze anos que parece que ainda andam no quarto ano e empurrar pessoas nos corredores porque nos intervalos é pior que o metro de Londres em hora de ponta. Qual é a próxima coisa? Um fraldário? (dava jeito normalmente tem um microondas)
  • Para um colega: não tens de por a mão no ar como a Hermione Granger e já não te suporto, és estúpido, afastas o sexo oposto e não vais ter boa nota de participação na aula porque os professores já te toparam, és arrogante e voltas a dizer ai não morreu assim tanta gente no domingo sangrento com esse teu tom de tia de Lisboa juro que te atiro uma cadeira na cara

  • Tens treze ou quatorze anos e começaste a fumar na entrada da escola? loool
  • Querem usar maquilhagem? Fixe, eu também uso, mas e que tal não porem um quilo de base e não esborratarem as pálpebras com eyeliner e meterem na cabeça que a maquilhagem só vos vai fazer mais bonitas se aprenderem a usar? Lembram-me a Charmesse de Family Guy. E tirem a ideia de que só são bonitas com maquilhagem porque estragam por completo a verdadeira razão para usar maquilhagem.
  • Para outro colega: Se pensas que as perguntas que faço são estúpidas porque eu sou uma rapariga (Se a Alemanha saiu da crise depois da primeira guerra mundial passados três anos, porque estamos em crise desde por volta de 2009?) vou-me convencer que sabes tudo e quando fizeres as perguntas realmente sem sentido que fazes desde o décimo ano (Professora, quem foi o Hitler?) eu vou dizer coisas como “A sério?”, “Onde tens estado nas aulas?”, até agora tenho feito a turma inteira rir-se de ti. Já agora, recomendo-te aumentares os teus níveis de testosterona e não, não és atrativo. Lamento.
  • É engraçado que digas que queres entrar em determinado curso e não estudas nem fazes o mínimo esforço para ter uma média não digo boa mas decente, fica bem dizer que se quer ir para a universidade não é? Pois não vais arranjar em emprego se continuas a seguir cursos porque é fixe e coiso e tal. Bem, é um problema cultural e educacional deste país, não de posso culpar não é? Coitadinhos dos meninos…
  • Outra coisa engraçada: Queixas-te que estás gorda mas tens aulas de educação física que puxam pelo teu corpo, gratuitas e não fazes porque não te apetece? Anda, vai lá inscrever-te num ginásio como me tinhas dito no outro dia
  • E que tal considerares a hipótese que há coisas mais importantes do que maquilhares-te como por exemplo tomar banho ou lavar a cara? Não suporto o teu cheiro
  • E que tal considerares a hipótese de não pores desodorizante suada e por cima da roupa? Just saying
  • Não te peides durante as aulas por favor
  • Por último gostaria de agradecer toda a gente irritante e estúpida que reprovou e teve ótimos resultados nos exames como 4 ou 6 numa escala de 20, os meus parabéns :))))))))))))))))))))))))

Título? Que título?

Posted: September 16, 2013 in Uncategorized

Por onde ando eu? Não sei, com um conflito qualquer de personalidade que me faz querer destruir a Victória talvez. No último ano de secundário a começar amanhã dizem eles, tanta coisa aconteceu e não me tem apetecido escrever o que fosse em blog nenhum, tenho gostado muito de cadernos para dizer a verdade. Os tempos tem sido difíceis e não quero ter blogs nem tenho tido paciência para escrever em lugares abertos, não sei o que opinar sobre tanta coisa, tenho duas opiniões simultâneas e impossíveis em todo o tipo de assuntos. Estou confusa e pensativa e não quero que me façam perguntas. Deixem-me sozinha que estou bem, tem sido este o meu lema ultimamente, tenho de me concentrar. 

Tenho tirado boas notas, tirei a melhor nota a geografia na escola depois de ter ido resmungona a segunda fase sem ter estudado e lá apareceu um 17 ponto tal na pauta. Tenho trabalhado num projecto que gostaria que fosse um livro e quem sabe um dia eu me endivide para publica-lo. Conheci pessoas e fiz as pazes com tanta gente que mandei ao inferno, dizia que odiava toda a gente e decidi conhecer pessoas a ver se a coisa corria bem, tem corrido razoavelmente até agora. Tenho-me olhado no espelho e não me tenho reconhecido, as pessoas tem olhado para mim de uma forma diferente, dizem-me que mudei, dizem-me que estou bonita, realmente não tenho a certeza se mudei assim tanto. Há rapazes bonitos que me tem sorrido, já não me ignoram como há um ano atrás, gosto e não gosto deste atitude estrangeira, mas eu calo-me, é melhor, se calhar eles estavam a olhar para uma rapariga com quem estava a falar. Tenho agarrado a mãozinha pequenina do meu sobrinho que se vêm apoiar nos meus joelhos para se levantar, ele gosta de caminhar e de correr e hoje descobri que se ele faz birra e eu o imito ele cala-se logo para fixar com aqueles olhos enormes a minha figura de parva, é uma criatura adorável, menos quando passa a tarde inteira a chorar porque se isso acontecer no final do dia dá vontade de o fechar na despensa.  

Vou-me deitar antes que me venham puxar as orelhas porque amanhã começam as aulas. 

Aviso

Posted: June 21, 2013 in Uncategorized

Novo blog: http://gremiodosvencidosdavida.blogspot.pt/

Este blog será sobre literatura e escrita criativa, opiniões, sei lá. Estarei mais ativa por lá do que por aqui, acho eu. 

Beijinhos.

Se há coisa que eu não compreendo, são estas criaturas, estes espécimes que teimam em aparecer nas ruas no meio das crises para libertar o lado mais romântico, mais emocional e mais instável das pessoas já psicologicamente afetadas por uma recessão económica, imaginem, estamos todos a temer o fim da zona euro, a queda da Europa como união, talvez mais duma forma emocional do que racional, -vão-me dizer que ao longo destes anos nunca vos passou isso pela cabeça?- e aparecem idiotas a inventar histórias ignorantes para ver se desencadeiam um levantamento dos peasants.  A mim já me passou uma guerra, por isso enfim, nem sei o que esperar da crise, mas eu não pretendo agitar a crise, não pretendo piorar o estado emocional das pessoas, e não invento mentirinhas nem tiro proveito do meu pessimismo para ganhar fama nas redes sociais.

Há gente muito burra, é o que eu tenho a dizer, ainda no outro dia apanhei um gajo que publicou no facebook um papel da PIDE que tinha lá escrito o nome do presidente da república (faz tanto que se o substituíssem pelo D. Duarte ninguém se aperceberia) e nos comentários haviam as mais diferentes opiniões como “Toda a gente que quisesse sair do país tinha de assinar isso, o meu pai assinou para ir para França”, “BURLÃO BURLÃO JA PARA A PRISSÃAO”, “FORA LADRÃAO” mas seja como for, não entendi o propósito da teoria da conspiração mal construída, não entendi se era um papel que toda a gente assinava para sair do país, se o Anibal é tipo um assassino em série que criou a crise. O que sei é que cada vez mais surgem estas piadinhas de mau gosto que me parecem a mim criadas por gente ignorante que se deixa levar pela teoria de que o homem nunca chegou à lua e que afinal foi tudo filmado num deserto americano onde estiveram extraterrestres, a gente típica que não produz neste país e se queixa da falta de produtividade dos políticos e já nem vou dizer que não tem a mínima proposta para sairmos da crise para além do “ai fora com o FMI” (O FMI sai e depois ficam todos desnorteados porque não tinham uma proposta prévia), e pronto, para compensar o excesso de estupidez tentam parecem o pessoal o wikileaks e publicam alguma conspiração reconstruída com ajudado paint.

É isto que não entendo nos portugueses, nalguns né, sinceramente eu acho que gostam deste economasoquismo (yay inventei uma palavra), gostam de ser os coitadinhos da Europa, porque é fixe estar-se numa má situação económica, afinal ainda se pode dizer “Ai eu tenho experiência, sei o que é a vida”, o problema é que esta gente só tem mesmo a experiência de viver uma crise o que me soa bastante útil quando não a querem ultrapassar, e enfim, envergonham os liberais do século XIX e os capitães de Abril, eu até propunha resolver o problema com educação, mas a estupidez profunda, a verdadeira estupidez não tem uma cura estatal, para esses não há esperança, e vão ver, há de passar a crise e vão dizer aos filhos “ai eu estive na crise de 2008 sei o que é a vida, passei por coisas que tu não passaste” como essa gente do estado novo que pensa que a malta nova não está a passar por um mau bocado, enfim, o problema é que são capazes de não ensinar aos filhos a lavar o rabo e a apagar as luzes, afinal segundo a mentalidade destes espécimes continua a ser “O estado que resolva”, mas coitados, não puderam comprar um iPhone em 2012 então ficaram com traumas para a vida.

Deixem a crise passar, talvez ela vos passe por cima, afinal “Fora o FMI” que isso só há de resolver o problema. Have a nice day

War break

Posted: April 21, 2013 in Uncategorized

Everything’s fine!

Posted: April 5, 2013 in Banda sonora, Uncategorized

Mother mother,

Can you hear me
I’m just calling to say hello
How’s the weather
How’s my father
Am I lonely heavens no
Mother mother
Are you listening
Just a phone call to ease your mind
Life is perfect
Never better
Distance making the heart grow blind

When you sent me off to see the world
Were you scared that I might get hurt
Would I try a little tobacco
Would I keep on hiking up my skirt

I’m hungry
I’m dirty
I’m losing my mind
Everything’s fine

I’m freezing
I’m starving
I’m bleeding to death
Everything’s fine

Yeah, I’m working
Making money
I’m just starting to build a name
I can feel it
Around the corner
I could make it any day

Mother mother
Can you hear me
Yeah I’m sober sure I’m sane
Life is perfect
Never better
Still your daughter still the same

If I tell you what you want to hear
Will it help you to sleep well at night
Are you sure that I’m your perfect dear
Now just cuddle up and sleep tight

I’m hungry
I’m dirty
I’m losing my mind
Everything’s fine

I’m freezing
I’m starving
I’m bleeding to death
Everything’s fine

I miss you
I love you